EconomiaStartups

MEIs da Grande São Paulo investem R$ 3,5 milhões em financiamentos

O valor foi desembolsado pelo Programa Juro Zero Empreendedor, uma parceria do Governo de São Paulo e Sebrae-SP

Encontrar o apoio financeiro necessário para investir no crescimento do próprio negócio nem sempre é fácil, principalmente para quem é microempreendedor individual (MEI). As exigências e burocracias ainda são grandes obstáculos nessa caminhada. Na Região Metropolitana de São Paulo a boa notícia é que muitos MEIs estão superando essas adversidades com o apoio do Juro Zero Empreendedor, programa do Governo do Estado de São Paulo operado pela Desenvolve SP em parceria com o Sebrae-SP, que financia o crescimento desses empreendedores. Até o momento, R$ 3,5 milhões em financiamentos já foram investidos pelos MEIs locais, movimentando a economia e colaborando para a geração de empregos e renda.

Atuantes em vários setores do mercado, a diversidade dos MEIs é de extrema importância para a economia do Estado. “Cabeleireiro, manicure, lojista, comerciante, carpinteiro, diarista, vendedor ambulante, mecânico, músico, artesão, engraxate, fotógrafo e produtores de alimentos são apenas algumas das centenas de segmentos que compõem a categoria, por isso é fundamental que haja incentivos consistentes para esse público. Em pouco mais de um ano de operações, o Programa tem contribuído justamente para que as atividades dos microempreendimentos continuem a todo vapor”, diz Rafael Bergamaschi, gerente de negócios da Desenvolve SP.

O Programa Juro Zero Empreendedor opera com um ticket médio que varia de R$ 1 mil a R$ 20 mil por financiamento e tem como objetivo dois pontos centrais: capacitar os MEIs e financiar recursos para as atividades do dia a dia de suas empresas. “Além do apoio financeiro é preciso também incentivar o planejamento estratégico, algo essencial para o sucesso de qualquer negócio. A parceria com o Sebrae-SP é muito importante nesse sentido pois a instituição oferece cursos de capacitação e a aprovação do Plano de Negócios, etapas obrigatórias para participar do Programa”, informa Bergamaschi. Outra vantagem oferecida é a facilidade para pagamento, são até 36 meses de prazo para quitar o empréstimo.

A partir do crédito oferecido é possível financiar itens como a compra de equipamentos, acessórios para veículos, veículos utilitários, motocicletas, ferramentas para trabalho e até capital de giro. E além da possibilidade de manter a qualidade dos serviços e produtos, o financiamento também representa uma oportunidade para que diversos empreendedores consigam sair da informalidade e ampliar ainda mais seus negócios.

São Paulo é destaque

Os MEIs paulistanos estão na dianteira dos desembolsos realizados na região. Juntos somam R$ 2,1 milhões investidos. Além de São Paulo, os financiamentos atenderam empreendedores de outras 26 cidades da R.M.: Arujá, Barueri, Caieiras, Carapicuíba, Cotia, Diadema, Embu das Artes, Ferraz de Vasconcelos, Francisco Morato, Guararema, Guarulhos, Itapevi, Itaquaquecetuba, Jandira, Mairiporã, Mauá, Mogi das Cruzes, Osasco, Poá, Ribeirão Pires, Santana de Parnaíba, Santo André, São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul, Suzano e Taboão da Serra.

Fonte

Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar