EconomiaIdeiasSlider

Economia colaborativa nas panelas dos chefs de cozinha faz do LocalChef um negócio de sucesso!

"Inovar, impulsionando o consumo local e a economia colaborativa..."

Site inova ao unir o melhor dos dois mundos: serviço delivery e excelente comida artesanal. Chefs autônomos ou independentes prestam o serviço que tem entrega pronta ou programada!

Foi-se o tempo em que pedir comida pelo delivery era sinônimo de comer fast food, ou alimentos de pouco valor gastronômico. Os moradores da cidade de São Paulo e região do ABC paulista já acessam o site do LocalChef para encontrar via geolocalização – num raio de 5 a 8 km – chefs independentes, que apresentam cardápio variado, comida elaborada e preparam refeições com performance gastronômica.

Alguns pedidos podem ser atendidos a pronta entrega, mas a maioria dos clientes da plataforma fazem suas encomendas para entrega em local, horário e data de sua conveniência. No total são oferecidos 280 chefes e mais de 3000 pratos para a escolha do cliente.

Os chefs que fazem parte do negócio LocalChef passam por processo de seleção e são constantemente avaliados por consultores da empresa, que fazem degustação dos pratos apresentados na plataforma. Tudo para garantir uma ótima experiência aos consumidores.

 “O ritmo das grandes cidades está cada dia mais intenso, as pessoas não tem muito tempo para elaborar a sua alimentação. Por outro lado, é cada vez mais nítido que há uma procura por consumo mais saudável e de melhor qualidade”, revela Simone Utiyama, idealizadora do Localchef.

O Localchef cresce em ritmo acelerado, o negócio que começou em 2016 e faturou R$ 34 mil, fechará o ano de 2017 com resultado de R$ 500 mil, um crescimento de 1.350%”, comemora Celso Misaki, sócio proprietário da marca.

Atualmente a empresa conta com uma base ativa de 2.000 clientes. O tipo de negócio criado é escalável, podendo crescer rapidamente nos próximos semestres, com a ampliação do mercado.

Estimulamos e aproximamos os que cozinham refeições saborosas e de qualidade aos consumidores ávidos que desejam compartilhar seus momentos de alimentação saudável, com familiares e amigos, pagando por isso preços justos”, diz Misaki.

Os investimentos feitos na startup ultrapassam os RS 300 mil. “Inovar, impulsionando o consumo local e a economia colaborativa, empoderando os chefs autônomos que através da plataforma podem ter sua produção multiplicada, é o diferencial do nosso negócio”, declara Simone.

Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar