SliderTecnologia

Startup ajuda brasileiros a terem acesso aos novos celulares do Google: conheça o Pixel 3 e 3 XL

Google apresentou seus novos Smartphone com inteligência artificial na última terça-feira (9); brasileiros podem fazer a pré-reserva e ter acesso ao aparelho sem sair de casa

A gigante Google lançou na última terça-feira (9) uma versão atualizada do seu Smartphone, o Google Pixel 3. Com design parecido com seu último modelo, o celular inova ao oferecer recursos com inteligência artificial e diferenças expressivas em software.

O aparelho, que está disponível no modelo Pixel 3 e Pixel 3XL têm, respectivamente, telas de 5,9’’ e 6,2’’, com display “infinito” que ocupa toda sua superfície. Seu processador é o snapdragon 845, octacore com 2,8 GHz e memórias disponíveis de 4GB e o XL vem com 6GB. Neste ano, estão disponíveis três cores: preto, branco e um rosa/salmão.

O aparelho será lançado nos EUA nas próximas semanas com preço estipulado a partir de $799 – de acordo com o site de pré-venda do Google – e não tem previsão para chegar ao Brasil. Entre os maiores atrativos do Smartphone estão: carregamento sem fio, chip de segurança mais moderno e eficaz, câmera inteligente, assistente virtual e ainda uma tecnologia que identifica ligações de telemarketing.

Para os brasileiros que adoram novidades e já estão de olho no lançamento, a tecnologia pode ajudar a ter acesso ao aparelho – pagando o mesmo preço que nos EUA. O Grabr (https://grabr.io/pt/) – é um app de compartilhamento de bagagem que possibilita o acesso a compra de produtos fora do país por meio de viajantes. É uma das únicas formas do brasileiro ter acesso aos produtos recém-lançados fora do país – sem precisar pagar altas taxas de fretes. Para fazer uma reserva, basta acessar o site do Google (https://store.google.com/au/product/pixel_3) e encomendar o item pela plataforma Grabr.

Como funciona para o comprador
Para gerar um pedido na plataforma é necessário inserir alguns dados do produto como a descrição do item e link de onde ele pode ser comprado no país do exterior. Com isso, viajantes indo ou voltando para estas localidades podem trazer o produto, com uma taxa de recompensa, calculada pelo app, com base no preço do produto. O valor da comissão só é liberado para o viajante após a entrega ser efetuada, garantindo a segurança do acordo. Em caso de problemas com o pedido e entrega da compra, a startup reembolsa os valores pagos, garantindo a segurança das transações.

Como funciona para o viajante
A plataforma permite que viajantes monetizem suas viagens por meio do programa de “recompensas”, ou seja, ao trazer produtos dentro do espaço livre de suas bagagens, o usuário recebe uma bonificação. É uma maneira segura de obter uma renda extra e ainda se conectar com pessoas do local que visitam. É responsabilidade do viajante realizar a compra no exterior – geralmente por meio de cartão de crédito – e depois fazer a entrega do pedido.

Sobre a Grabr
Disponível nos formatos de app e desktop, a plataforma permite que viajantes monetizem suas viagens através do programa de recompensa, ou seja, ao trazer produtos dentro do espaço livre de suas bagagens, o usuário recebe uma bonificação, tornando sua experiência única de troca cultural e financeira. Presente em 120 países e agora também no Brasil, a Grabr hoje possui ao redor do mundo mais de 350 mil usuários entre compradores e viajantes. Criada em 2015 em São Francisco – EUA pelos russos Daria Rebenok e Artem Fedyaev, a empresa teve no ano passado um faturamento de cerca de 7 milhões de dólares e agora chega a América do Sul onde enxerga um grande potencial de mercado. No mês de março, recebeu um aporte de US$ 8 milhões da Foundation Capital e agora segue em franca expansão para tornar a empresa cada vez mais forte no mercado brasileiro.

Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar