CORRIGIR E SUBSTITUIR: Tecnologia Block Chain de diamante puro – Recente inovação revolucionária do setor de joias

TÓQUIO, 11/09/2018 –

O setor de joias global tem seus olhos voltados para uma recente
inovação japonesa: diamantes cultivados em laboratório que são química,
física e oticamente idênticos aos diamantes naturais.

Pure
Diamond Lab
, uma empresa com sede em Tóquio, é capaz de cultivar
diamantes de qualidade idêntica aos que ocorrem naturalmente e, assim,
se qualificam para a certificação da GIA [Gemological Institution of
America (Instituto Gemológico da América)]. Os diamantes são cultivados
em ambiente controlado dos laboratórios da empresa, usando material de
puro carbono, trazendo ao mundo uma linhagem de diamantes cultivados em
laboratório ‘perfeito’, que apresentam propriedades óticas superiores às
propriedades dos diamantes naturais. Os diamantes podem ser cultivados
em um amplo espectro de cores, inclusive aquelas que não ocorrem
naturalmente, o que poderia instantaneamente causar uma reviravolta no
mercado dos raros diamantes vermelho e azul, por exemplo.

Um fator mais distintivo que separa a Pure Diamond Co. Ltd. de seus
concorrentes é o seu desenvolvimento de uma tecnologia Block Chain para
o mercado de diamantes. Informações sobre o cultivo, refinamento e
apreciação de diamantes cultivados em laboratório são coletadas e
digitalizadas, criando um perfil disponível para o consumidor final,
aumentando assim a transparência e aprimorando a experiência de varejo.
Acontece que o diretor técnico do projeto Pure Diamond Block Chain, Jun
Kawasaki, é o famoso hacker ’White Hat’ que solucionou o hack da NEM de
500 milhões da Coincheck em janeiro. Kawasaki acredita que o projeto de
desenvolvimento de Pure Diamond Block Chain é “a forma correta para usar
Block Chain”, e o produtor da Pure Diamond Lab, Hideyuki Abe, acrescenta
que a tecnologia “dá a cada diamante uma história”.

Diamantes cultivados em laboratório como esses cultivados pela Pure
Diamond Lab também estão remodelando a indústria global de diamantes
para se tornar mais sustentável e ética. Cultivar diamantes em um
ambiente de laboratório alivia a pressão da demanda por minas de
diamantes, que é uma ameaça ao meio-ambiente. Além disso, a tecnologia
Pure Diamond Block Chain ajuda a evitar a distribuição dos chamados
‘diamantes de sangue’, isto é, diamantes extraídos em zonas de guerra e
vendidos para financiar mais conflitos.

Para expandir o projeto de diamantes cultivados em laboratório, a
empresa planeja usar a ICO (initial coin offering, oferta inicial de
moedas) de moeda de diamante puro (Pure Diamond Coin, PDC), uma
critpomoeda garantida pela Pure Diamond Farm Singapore para financiar
equipamentos e P&D. Além disso, a empresa está atualmente nos estágios
finais do registro de propriedade intelectual, que deverá fortalecer
ainda mais sua posição na indústria de diamantes cultivados em
laboratório. O objetivo é mudar aos poucos o futuro da indústria de
diamantes, o que faz do projeto Pure Diamond Block Chain uma projeto
empolgante ao qual devemos estar atentos.

http://purediamond-ico.com/

O texto no idioma original deste anúncio é a versão oficial autorizada.
As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem se
referir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto que
tem efeito legal.

Contato:

Pure Diamond Farm Singapore

Chris Yang

[email protected]

Fonte: BUSINESS WIRE

Um comentário

  1. Seu site é sensacional!! Como faço para criar um site como o seu? Estou vendo alguns layouts e o seu fi o que me agradou mais. Obrigado pelo conteudo de qualidade

    1. Amigo, boa tarde. Primeiramente agradecemos o contato e o carinho. Em relação a plataforma, nossa equipe entrará em contato para auxiliá-lo. Um grande abraço.

  2. I’m sorry. O planeta não está em perigo. Todos os que pensam e agem a partir dessa premissa, de duas, uma: ou são conscientes de que o propósito de fundo é controlar o fluxo global de recursos e riqueza, o que literalmente requer uma compulsória transformação da civilização humana a assumir comportamentos ditados por uma minoria; ou são apenas a imensa massa de manobra facilmente manipulada por estes, ou o que Lênin chamava “carinhosamente” de “idiotas úteis”.

    Já está mais que comprovado que a chamada “sustentabilidade” nada mais é do que a reorganização forçada de toda a infraestrutura de uma nação baseada na premissa de planejamento mais centralizado, maior interferência governamental na vida do cidadão comum e maior manipulação e controle sobre a propriedade e produção privadas. Simples assim. Como a Popy nos contou, é a tal da “Agenda Social obrigatória”… Em termos mais filosóficos, puro “marxismo ambiental”.

    Os fieis – e, em alguns casos, violentos! – seguidores da nova religião global creem que as sociedades atuais devem ser remetidas outras vez ao tempo dos governos feudais, tendo a “mãe natureza” como o princípio organizador central da economia e da sociedade, não mais dos desejos e necessidades humanas, revertendo a proposta de Protágoras e elevando a natureza acima do homem nas políticas públicas, porém fundamentado em mentiras, distorções e manipulações pseudo-científicas.

    Em suma, a velha proposta, re-embalada em um bonito papel de presente, do estado coletivista de Rousseau reinando sobre as liberdades e decisões individuais, rumo a um governo único sobre o planeta. Ou, em termos mais hollywoodianos, é, a “avatarização” do mundo em curso. O Brasil precisa seguir o exemplo de Trump e pará-la imediatamente!

  3. Excelente artigo! Já visitei o seu blog outras vezes, porém nunca
    tinha escrito um comentário. Pus seu blog
    nos meus favoritos para que eu não perca nenhuma atualização.
    Grande abraço!

  4. Concordo com a Cris!!tem muitos casamentos que duram anos não pelo amor mas sim pelo fato de gostar da pessoa!isso gera muitas coisas ruins como traições,frieza na relação, depressão,isso pra mim é comodismo.Diz que ama outra pessoa então fica com a outra pessoa o fato de te casar sabendo que ela te traiu já é um motivo pra ti não gostar tanto assim dela.

  5. Olá boa noite
    Me chamo Anna Lúcia sou de Manaus, gostaria de entrar nesse grupo de WhatsApp sobre Mentoria pois tenho um trabalho científico pra fazer nesse tema e preciso de ajuda sobre o assunto. Desde agradeço!

  6. Bom assunto abordado e com muita clareza. Quero deixar aqui meu contentamento de uma boa leitura e dizer que vou recomenda também o site e suas boas matérias.

    1. Obrigada pelo feedback Nágila. Fico feliz que tenha gostado e que o artigo tenha sido útil. A intenção é essa. Espero lhe encontrar sempre aqui. Meu objetivo é compartilhar com vocês conteúdos de muita qualidade e que farão uma diferença positiva para aqueles que querem investir no seu negócio on line, especialmente como afiliado. Estou à disposição para o que precisar, ok? Sinta-se à vontade em dar sugestões.
      Um grande abraço e até a próxima!

Fechar