NegóciosSlider

5 mentiras que te contaram sobre largar a carreira e empreender

Especialista desafia o senso comum e explica que é mais seguro trabalhar por conta própria, mas alerta para cuidados

Pedir demissão e começar a empreender é um sonho de boa parte das pessoas que trabalham em um emprego registrado. Na maioria das vezes, o motivo vai muito além do dinheiro pago no final do mês. “As pessoas querem mais liberdade de escolher o horário de trabalho e ter mais tempo livre para a família ou para atividades prazerosas”, explica Fagner Borges, criador do Movimento Freesider e autor do livro “A Jornada da Liberdade”.

O grande problema é que a ideia de sair de um emprego fixo para empreender é rodeada de mitos e mentiras. “Isso acontece muito porque conhecemos apenas uma versão dessas histórias, e isso pode gerar uma compreensão errada do processo que é preciso ter para uma mudança como esta”, explica o especialista, que destaca cinco mentiras que precisam ser desmistificadas para conquistar a sonhada liberdade.

1- É mais seguro ter um emprego fixo

Segundo Fagner, fomos levados a crer que ter um emprego é muito mais seguro. No entanto, o especialista lembra que, caso o funcionário seja demitido, ele deixa de receber 100% da renda. “É como se você tivesse seu empregador como único cliente”, compara, destacando que tudo o que um funcionário faz é trocar seu tempo por dinheiro. O raciocínio utilizado ensina que o empreendedor que tem diversos clientes não fica dependente apenas de uma fonte de renda. “Se um cliente deixa de comprar de você, os outros continuam te dando suporte até efetuar uma nova venda. Ou seja, ser seu próprio líder e controlar os resultados é mais seguro que ter um emprego”.

2- Mudar é uma decisão consciente

Não é apenas uma decisão consciente que impede as pessoas de pedirem demissão. Nem mesmo o azar, a falta de inteligência ou de dinheiro. Segundo o especialista, as escolhas que fazemos são influenciadas pelas emoções que carregamos. Fagner Borges ensina que até mesmo o menor dos traumas na infância pode afetar a vida adulta com crenças limitantes. “Se você sabe o que deve ser feito mas nunca consegue, é porque há um conteúdo mais profundo que seu nível racional”, alerta. Por isso é fundamental trabalhar o autoconhecimento. “Só assim você consegue aumentar sua confiança”, completa.

3- “Não sou bom em vender”

Fagner conta que essa é a mentira que as pessoas costumam contar a si mesmas, e tem relação com as crenças limitantes. “Quando você é seu próprio chefe, precisa aprender a vender seu serviço”, explica. O que muitas pessoas costumam alegar é que não sabem fazer uma venda. “Todo mundo sabe vender, mas alguns apenas não se dão conta disso”, explica, com exemplos de momentos do dia a dia em que vendemos alguma coisa. “Sempre que você negocia algo ou demonstra seu trabalho para seus superiores, você está se vendendo. O mesmo acontece nos relacionamentos, no processo de conquista, você acaba vendendo para outra pessoa que você é o par ideal da vida dela, então pense nisso e perca esse medo”, completa. “Em vez de tentar descobrir o que a pessoa quer, tente descobrir por que ela quer aquilo”.

4- Dinheiro só vem com trabalho duro

Considerado uma das principais crenças limitantes que atrapalham as pessoas. “Por questões culturais, fomos levados a acreditar que a única forma de prosperar é trabalhando demais todos os dias”, explica Fagner. Segundo ele, o segredo para empreender e conquistar prosperidade e liberdade está no conceito de que o dinheiro pode “trabalhar sozinho”, seja por meio de investimentos, seja por meio da criação de um negócio que não necessita da presença física constante do empreendedor. “O importante é saber trabalhar de forma inteligente assim como as pessoas ricas”, completa.

5- É melhor pedir demissão agora mesmo

Ao contrário daqueles que têm medo de abandonar o emprego, há os que não pensam a respeito e pedem demissão sem ter um plano. “O melhor a ser feito é planejar um negócio e começar a trabalhar nele como uma renda extra”, sugere o especialista. “Não abandone a sua fonte de renda para se aventurar. A verdadeira liberdade é conquistada com responsabilidade e um passo de cada vez”, finaliza.

Fonte

Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar