People

5 características de um influenciador responsável

Especialista em autoridade na internet, Nathana Lacerda ensina a importância de criar uma influência positiva e encarar a responsabilidade ao ter muitos seguidores

O mundo em que vivemos implora por bons influenciadores. Segundo a coach de imagem e reputação Nathana Lacerda, especialista em autoridade na internet, é fundamental que os youtubers, instagrammers e até mesmo celebridades da TV compreendam o poder de influência de suas ações e palavras. “Seu discurso leva seus seguidores a tomarem decisões que você pode não ter previsto, mesmo que o número de pessoas que te acompanham não seja tão grande”, alerta.

Por isso, a especialista conta que existem algumas atitudes e características que podem ajudar os influenciadores a se tornarem mais responsáveis. “Elas também ajudam a entender melhor se estamos seguindo pessoas responsáveis ou se estamos sendo influenciados por quem não se importa com o mundo que estão construindo”, completa.

1- Importar-se com quem se sentiu ofendido

Ofender alguém ou algum grupo de pessoas não é algo positivo, mas declarações infelizes e descuidadas podem acontecer com todo mundo. O grande problema, segundo Nathana, é não se importar com isso. “Muitos influenciadores dão a desculpa de que são espontâneos ou fazem brincadeiras, e se mostram despreocupados com as pessoas que se sentiram ofendidas”, explica. Essa atitude, além de poder gerar crise de imagem, irá influenciar outras pessoas a fazerem o mesmo, segundo a especialista. “Quando você faz isso, está dizendo aos seus seguidores que não é preciso se importar com os outros, além de afastar possíveis marcas e contratos comerciais”.

No caso de influenciadores que ofenderam alguém ou algum grupo, Nathana alerta que desculpas são fundamentais, mas não são o suficiente. “É preciso, em seguida, mostrar uma conduta condizente com a correção deste erro, mostrando um real arrependimento e mudança”, orienta. Ela alerta que os influenciadores que se colocam na internet como super-heróis que tem uma vida perfeita vão ter mais dificuldade de conseguir compreensão do público. “Por isso, muitas vezes, mostrar certa vulnerabilidade prova que se é passível de erros, e dá maior margem para a correção”, completa.

2- Não responder a haters de forma ofensiva

Nathana Lacerda explica que, enquanto as críticas construtivas devem ser respondidas com um agradecimento e consideração, os haters podem ser respondidos de duas formas. “Ou você ignora as mensagens deles, ou atua de forma a bloquear as pessoas preocupadas apenas em ofender”, conta. Segundo a especialista, que é diretora de comunicação da empresa especializada em construção de autoridade Sigma Six, responder aos haters de forma ofensiva significa entrar no mesmo jogo, correr riscos de ter uma crise de imagem, e ainda estimular o ódio entre as pessoas.

3- Promover discursos e debates apenas com embasamento

Nathana também comenta que há influenciadores que discutem assuntos sem entender sobre eles ou sequer buscar informações básicas. “Se você não entende sobre um assunto, evite dar opinião, ou então se posicione como alguém que está refletindo sobre o assunto, em vez de cravar verdades”, sugere. “Muitos formadores de opinião falam abertamente sobre o que acham e não se preocupam com as consequências”, analisa. A solução, segundo Nathana, é refletir o quanto um assunto é importante, estudar sobre ele, e então se pronunciar. “Caso contrário, você pode não falar sobre o tema: nem todo mundo precisa ter opinião sobre tudo”, completa.

4- Conhecer o próprio público

A regra número um do marketing não poderia ser diferente para quem é influenciador. Quem deseja se posicionar diante de um tema polêmico, por exemplo, deve estar preparado para os efeitos que isso pode causar. “Muita gente não conhece o público que tem, e ao se mostrar favorável ou contrário a uma causa, acaba perdendo uma parte dele ou gerando uma crise de imagem”, completa. É por isso que a especialista reforça a importância de saber o que pensa e como age a audiência. “Se você tem embasamento e acredita que deve opinar sobre algo, faça isso sabendo o que esperar dos seus seguidores”, completa.

5- Preocupar-se em se melhorar

Existem influenciadores que estão sempre procurando se melhorar: buscam compreender o público, melhorar o trabalho que fazem, estudam e se preocupam verdadeiramente com a maneira como o público interpreta o que dizem. “O influenciador com responsabilidade está sempre tentando se melhorar”, alerta Nathana. “Importe-se com as pessoas, saiba que você tem o poder de fazê-las agirem conforme o que você diz, e sempre preste atenção na forma como você está influenciando”, finaliza, destacando que a frase atribuída a Mahatma Gandhi deve ser prioridade: ‘seja a mudança que você quer ver no mundo’.

Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar