Tecnologia

5 curiosidades sobre a história da IA

A Inteligência Artificial já está por toda parte. Mas de onde veio a IA? Que momentos da sua história que devemos lembrar?

A Inteligência Artificial está na moda. Todo dia vemos histórias novas e interessantes sobre sua utilização.  Só que, como toda tecnologia, a jornada da IA não foi simples e poucos imaginam quanto empenho foi necessário para chegar ao resultado que temos hoje. Portanto, decidi olhar para trás e enumerar cinco dos principais momentos da história que influenciaram o seu desenvolvimento:

     1 – Conhecido como o pai dos computadores modernos, Alan Turing publicou um artigo em 1950 descrevendo o Teste de Turing – também conhecido como “Jogo da Imitação” – que testou se uma máquina poderia convencer uma pessoa a pensar que ela era humana. Esse teste deu origem ao que conhecemos hoje como filosofia da inteligência artificial.

     2 – O cientista da computação John McCarthy cunhou o termo “inteligência artificial” em 1956, numa conferência na Universidade de Dartmouth. Depois disso, o governo dos EUA concedeu financiamento a McCarthy e ao colega cientista Marvin Minsky para desenvolver a IA e ajudar a fortalecer a posição do país na Guerra Fria, contra a Rússia. Muitos esforços foram feitos no uso da inteligência artificial para entender os padrões da língua russa. O que eles esperavam era traduzir documentos russos em maior escala e mais rapidamente.


[Exclusivo] Leia ainda: Mais recursos levam à melhores resultados? Por Luis Porto


     3 – A década de 1970 representou o inverno da vida da IA. Os financiamentos governamentais foram cortados, já que não houve progresso suficiente. Em 1973, o professor Sir James Lighthill argumentou que as máquinas nunca seriam capazes de alcançar mais do que um nível “amador experiente” no xadrez.

     4 – Em 1997, após um aumento no financiamento para a IA e seu sucesso comercial nos anos 80, o supercomputador Deep Blue da IBM venceu o campeão mundial de xadrez Garry Kasparov. O Deep Blue foi capaz de analisar até 200 milhões de posições potenciais por segundo.

     5 – Em 2016, uma equipe do Google ensinou um computador a guardar segredos criando redes neurais que podem criptografar informações e ocultá-las umas das outras. Eles ensinaram as redes “Alice” e “Bob” a criptografar informações e compartilhá-las umas com as outras, evitando que a terceira rede chamada “Eve” a decifrasse.

Hoje, com a IA se tornando mais acessível em diversas vertentes, seja nas indústrias ou nas casas das pessoas, só podemos esperar por um futuro cada vez mais inteligente. Desafios de segurança e confiabilidade ainda estão postos, mas fica também a curiosidade sobre em que nível estará a Inteligência Artificial daqui 5 anos. Dada a velocidade dos avanços, é possível que tenhamos uma nova lista com mais do que 5 novos fatos históricos para contar!

Saiba mais sobre Hitachi Vantara clicando aqui.

Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close