Adriana ValeColunistasSlider

Porque o segredo do sucesso está em estabelecer os objetivos certos

“Não importa o que você sabe. O que importa é a execução”. Andrew Grove

Todos sabemos que ter metas e objetivos na vida e nos negócios é fundamental. Mas
estabelecer resultados executáveis e que façam sentido é o primeiro passo.

“Não importa o que você sabe. O que importa é a execução”. Andrew Grove, ex-presidente
da Intel, um dos maiores líderes e gestores da história, disse isso. E com base nessa linha
de pensamento, ele criou um sistema denominado “OKR” – objectives and key results, ou
seja, objetivos e resultados chave. Porque tudo depende de uma execução excelente.

Muitas vezes quando os empreendedores têm medo de compartilhar suas ideias e pessoas
mais experientes lhes apontam que não há o que temer porque o que importa é a ação, é
uma ideia que está alinhada com esse conceito. Até porque, para que esta ideia se
concretize em algo factível, o objetivo deve ser claro e palpável. Por exemplo: uma empresa
bem sucedida é necessariamente a que cresce mais rápido? Não necessariamente.
Quantas empresas ganham mercado de forma desenfreada mas não se sustentam? Suas
metas devem estar alinhadas não só com a demanda do mercado mas também com sua
capacidade produtiva. Afinal de contas, não dá para abraçar o mundo com as mãos, como
já diz o ditado popular.

Outra questão está relacionada com o seu propósito: qual deverá ser o tamanho do seu
negócio? Uma multinacional? Uma pequena empresa local? O que significa sucesso? É
muito relativo. Sucesso está relacionado a bons resultados, indicadores bem
acompanhados, valores do negócio considerados, uma boa gestão, bons líderes e uma
longevidade para este empreendimento. Um negócio tem que ter significado, tem que ser
concreto, as pessoas tem que ser orientadas por ações e o processo deve ser inspirador.

Quando esse passa a ser o foco, as pessoas trabalham de forma colaborativa, o
posicionamento fica claro e o bom resultado acontece de forma natural. Além do mais, o ato
de errar deixa de ser uma ofensa, uma falha absurda, mas passa a fazer parte do risco
calculado e existem mecanismos para fazer os ajustes necessários.

Um empreendimento deve ter objetivos específicos, agressivos mas realistas – porque afinal
de contas o mercado é intenso e existem consumidores indecisos e concorrentes vorazes –
mensuráveis e passíveis de validação – porque tudo muda o tempo todo no mundo. Antes
de pensar na receita que seu negócio deve ter, pense nas entregas que você quer fazer ao
consumidor, como vai fazê-las, porque está fazendo isso e como vai manter esse processo
consistente e então, o resultado virá. Mas tenha foco no seus objetivos e faça o que
realmente importa. Não perca tempo com variáveis que não farão a diferença, ou que
apenas causarão uma boa impressão, mas que não serão os verdadeiros pilares para o
alcance do que realmente importa.

Saiba mais sobre Adriana Vale clicando aqui.


Adriana Vale, mentora de negóciosmestre em Gestão de Negócios, profissional com 21 anos de mercado, empresária, professora de pós graduação, mentora e avaliadora de várias bancas consagradas no mercado; trabalha com projetos de viabilidade e posicionamento de negócios e criou um programa de gestão de negócios eficiente.

Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close