Negócios

6 erros que as PMEs costumam cometer

"...É comum ver muitos empresários pagando suas contas pessoais através do caixa da empresa..."

6 erros que as PMEs costumam cometer

Abrir um negócio é sair da caixinha. É entrar em um mundo, muitas das vezes, desconhecido. Por isso, tropeçar em algumas etapas é bastante comum. Para te ajudar nessa missão de empreendedor, listamos 6 erros que as PMEs costumam cometer.

Leia com calma e evite escorregar nos pontos abaixo:

1. Misturar despesas pessoais com as da empresa

É comum ver muitos empresários pagando suas contas pessoais através do caixa da empresa. Sem critério algum, não estabelecem valores ou utilizam até mesmo o cartão de crédito da empresa. Por isso, para o diretor executivo da ADV e especialista em software de gestão, José Claudio, é importante que o empresário estabeleça um pró-labore. “A empresa é um organismo muito maior do que o empresário”, avalia.

Dentro deste salário estipulado, o dono da empresa pode trabalhar suas despesas e fazer suas retiradas. “Caso haja um valor adicional, os sócios podem combinar de fazer uma retirada no final do ano, como uma divisão de lucros”, explicou José Claudio. Com pró-labore definido, você evita de cair em um dos erros que as PMEs costumam cometer.

2. Não separar faturamento de caixa

Muitas empresas acabam fazendo as despesas com base no faturamento e não no caixa. Existe uma série de fatores que pode fazer com o faturamento seja menor, como por exemplo, inadimplência, cancelamentos, e o que ocorre? Você faturou y, mas seu caixa está com x.

“A médio prazo você pode quebrar sua empresa. Se você fatura 100 e gasta 100, mas não receber 100, ficará no negativo. A partir daí, você entra no banco, pega empréstimo, juros alto e vira uma bola de neve. É um dos erros que as PMEs costumam cometer muito. É comum”, afirmou o diretor executivo da ADV Tecnologia.

3. Ter uma gestão vaidosa

Um gestor que acha que não precisa de ajuda comete um grande erro. É sempre importante ter um profissional com olhar de fora, dar opinião e sugestão sobre onde a empresa pode melhorar. No entanto, muitos empresários são vaidosos e não aceitam. Segundo José Claudio, para gestores que querem um custo baixo, o Sebrae oferece diversas palestras e consultorias para auxiliar na gestão.

“É comum ver que muitos erros que as PMEs costumam cometer está na gestão. Por isso, é importante que o dono de um negócio procure por ações como a do Sebrae para ter uma visão diferente”, avalia o especialista em software de gestão. É errado achar que você é conhecedor de tudo, até porque o mundo está em constante mudança.

4. Falta do controle de estoque para empresas com produto

Empresas que trabalham com produto precisam estar de olho na gestão de seu estoque. Um dos tropeços comuns é entender que o estoque trabalha sozinho. Você precisa estar de olho no produto que sai, entra, o que é mais vendido, ou não é. Essa série de informações pode até mesmo prejudicar sua empresa.

5. Não ter conhecimento de gestão

A maioria dos donos de pequenas e médias empresas são profissionais que foram especialistas, grandes analistas em multinacionais. Pessoas que se destacaram, mas preferiram sair e montar sua própria empresa. Por isso, é normal encontrar gestores sem qualquer conhecimento de gestão.

O grande problema é que esses empresários acabam tomando suas decisões pautadas no “feeling”. São empreendedores técnicos, analíticos, mas não têm conhecimento de gestão.

6. Não investir em um ERP

Para José Claudio, o grande problema é que muitas PMEs não veem o ERP como investimento e, sim, como custo. “A partir do momento que o gestor entende que o software trará mais produtividade e outros ganhos, ele enxerga o investimento. O ERP oferece diversas ferramentas para uma empresa”, explica o especialista em software.

 Fonte: ADV Tecnologia

Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar