PeopleSlider

Empreendedora quebra tabu e mostra que o setor de crédito e cobrança contrata cada vez mais mulheres

"“algumas delas são chefe de família, trabalham o dia todo e depois chegam em casa..."

Há 20 anos no Grupo KSL, cujo quadro de colaboradores é composto em sua maioria por mulheres (59%), Andrea Garcia mostra que empreender também é uma maneira de empoderamento

O número de mulheres empreendedoras cresce constantemente em nosso país. Dados da Pesquisa Global Entrepreneurship Monitor (GEM) – conduzida pelo Instituto Brasileiro de Qualidade e Produtividade com apoio do Sebrae, mostra que o número de mulheres empreendedoras já ultrapassa os 50%.

A administradora de empresas Andrea Garcia Motoda faz parte desse percentual. Diretora há 20 anos do Grupo KSL, Andrea sempre adorou desafios e abraçou todos os projetos em que acreditou.

Trabalhando em um mercado majoritariamente masculino, ela constatou que a participação das mulheres na área vem aumentando gradativamente “quando participávamos de eventos e congressos eram pouquíssimas mulheres atuando. Hoje isso mudou muito, temos parceiros e clientes que têm à frente de suas operações grandes mulheres”, relata.

Atuando no mercado de crédito e cobrança, o Grupo KSL possui 59% dos colaboradores do sexo feminino, “algumas delas são chefe de família, trabalham o dia todo e depois chegam em casa com o “segundo turno” para cumprir. Essas mulheres, além de tudo, ainda trazem um lado emocional, uma energia e um trabalho “de alma”, que pode fazer a diferença em qualquer ambiente de trabalho”, comenta Andrea.

Para elas, empreender é uma forma de empoderamento já que a jornada contribui muito para o autoconhecimento e ajuda a quebrar paradigmas machistas e a conquistar independência e liberdade.

Projeto especial

A KSL Associados tem como principal característica focar no atendimento humanizado, um diferencial no setor de cobrança e crédito, e recebeu o Selo GEOC de Qualidade no último ano. Para manter esse diferencial, o Grupo iniciou diversos projetos paralelos sobre desenvolvimento humano.

Para motivar seus funcionários eles iniciaram como trabalhos de coaching com consultoria externa, eventos que contavam com a participação dos familiares dos colaboradores, trabalhos voluntários etc. Tudo com o objetivo de despertar um lado mais humanizado. Essa visão fez com que a administradora se aventurasse em uma nova faculdade.

Para assumir um projeto educacional exclusivo, Andrea está se formando em Pedagogia pela Universidade Cruzeiro do Sul. “O Projeto Educacional ainda está na fase embrionária, e focará no que mais acredito, o desenvolvimento humano. O que mais pode contribuir para o desenvolvimento de um país do que a educação?”, comenta Andrea.

Quebrando estereótipos

Uma pesquisa feita pelo Google analisou o perfil das usuárias e mostra que hoje as mulheres estão inclinadas a assistir vídeos sobre empreendedorismo, pequenos negócios e notícias empresariais do que dicas de beleza ou como cuidar dos filhos, por exemplo. “Essa mulheres não esperam acontecer, elas pesquisam e buscam conhecimento e formas de viabilizar os seus sonhos, e a internet com certeza é uma grande aliada”, finaliza Andrea.

 Clique aqui e saiba mais sobre a KSL.


Aproveite e ouça o BZCast (podcast) gravado com Dilma Souza Campos sobre o empoderamento feminino na vida das empreendedoras – clique aqui  ⇐

Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close